Eventos

III Fórum de Turismo da ABRAJET/SC
Acontece com sucesso no Oeste Catarinense

Jornalistas de turismo da ABRAJET-SC brindaram com espumantes da Vinícola Kranz de Treze Tílias na noite da última sexta-feira, 9 de março de 2012 ABRAJET/SC.

Jornalistas de Santa Catarina e Rio Grande do Sul estiveram discutindo as potencialidades do setor turístico na região com autoridades, o trade do turismo, Prefeitura e Associação Brasileira de Produtores de Maça. Os jornalistas de turismo abordaram na oportunidade da realização deste Fórum, a significativa importância econômica da produção da maça, e o que representa para a economia e para o turismo regional.

Erva Mate Mazutti já faz parte dos encontro de jornalistas .

A Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (ABRAJET/SC), realizou , nos dias 9, 10 e 11 de Março, o seu III Fórum de Turismo, na cidade de Fraiburgo nas dependências do Hotel Renar, com muito sucesso.

No final da tarde da sexta-feira 9 de março, os jornalistas de turismo que encontravam-se no Hotel Renar para participar do III Fórum de Turismo, realizaram a famosa roda de chimarrão, servido com a Erva Mate Mazutti de Rio das Antas/SC.

Visite: www.ervamatemazutti.com.br


Marisa Ortiz contemplada no sorteio
com um cuia da Mazutti.

Valmir foi sorteado com a outra cuia de chimarrão da Erva Mate Mazutti.
Hotel Renar esta localizado em Fraiburgo Terra da Maça


www.hotelrenar.com.br


Confraternização com espumantes da Vinícola KRANZ de Treze Tílias



Vinícola KRANZ presentes nos excelentes eventos...
A região   esta preparada para bem receber os turistas, as nossas redes hoteleiras são excelentes e o Hotel Renar de Fraiburgo é excelência em bem receber os turistas.

Um brinde com os produtos da Vinícola  KRANZ -  Treze Tílias.

A noite com uma lua cheia, os jornalistas brindaram em frente ao Hotel Renar o início do III Fórum de Turismo da ABRAJET-SC.


Samuel & Greice encantaram cantando e tocando lindas músicas.

Jornalista com amanhã livre de  sábado aproveitaram as piscinas do Hotel Renar


Os jornalistas de Turismo adoraram as dependências do Hotel Renar, quem não foi a piscina dormiu até mais tarde.


Almoço de sábado  foi servido o prato típico de Fraiburgo - Michuim
 

Hotel Renar no almoço de 10 de março de 2012, ofereceu aos jornalistas um Almoço típico fraiburguense – prato principal Michuim.

O MICHUIM é uma especiaria culinária, preparado com uma ovelha recheada e assada em fogo de lenha ou carvão. Gastronomia de origem do Norte da África (Tunísia, Marrocos e Argélia). Em meados da década de 60, foi trazido e aperfeiçoado pelos franceses que adicionaram o recheio com vinhos, conhaques e temperos.


Evandro, Edson, Marisa, D'Avila, Sebastião e Rosana

Edson Ziolkowski, proprietário do Hotel Renar, recepcionou os jornalistas que participaram do III Fórum de Turismo realizado no oeste catarinense, no município de Fraiburgo.


Passeio de Aventura na Floresta René Frey

Ponto Turístico com muitas atrações


A alegria tomava conta já na saída do 
Hotel Renar para o passeio de aventura.

No passeio alguns se preocuparam
com Portal dos Chifres...

Floresta centenária proporciona o contato direto com a natureza em meio a mata nativa composta por gigantescos pinheiros, araucárias, imbuias e animais exóticos. 
Durante o passeio de Kaigang os jornalistas puderam ver animais exóticos no mini zoológico  localizado no centro da Floresta René Frey em Fraiburgo/SC .


Colheita da Maça. U
ma delícia a ser praticada

As primeiras mudas de maçã foram trazidas para Fraiburgo em 1963, após terem sido arrancadas no fim do inverno europeu e transportadas para o Brasil, foram mantidas por 5 meses em câmaras frias sob a supervisão do engenheiro agrônomo Roger Biau. Foi somente 13 anos depois, em 1976 que a fruta passou a ser produzida em grande escala.


Marli e Alberto fizeram pela primeira vez a sua colheita de Maça

Samuel e Greice

Franciana e Diego

José D'Avila

Ao longo dos anos e das experiências, as variedades de maçãs, que mais se adequaram as situações climáticas, são Gala, Fuji e híbridos destas espécies, melhoradas geneticamente.
Segundo levantamento da Associação Brasileira de Produtores de Maçã – ABPM, Fraiburgo é responsável por pouco mais de 30% da produção da fruta no Estado de Santa Catarina e representa 16% da produção nacional.

O crescimento vertiginoso da fruticultura elevou Fraiburgo ao título de Capital Brasileira da Maçã, tendo mais tarde sido batizada como Terra da Maçã.

CURIOSIDADE – Durante o período da colheita da maçã entre os meses de janeiro a abril Fraiburgo recebe um incremento populacional significativo. Em média 10 mil pessoas, oriundas principalmente dos três estados do sul do país, vem para cá em busca de trabalho.


Palestra sobre a Maça e sua importância econômica e turística


Durante a palestra Jornalistas de Santa Catarina e Rio Grande do Sul estiveram discutindo as potencialidades do setor turístico na região com autoridades e o trade do turismo, Prefeitura e Associação Brasileira de Produtores de Maça. Os jornalistas de turismo abordaram na oportunidade da realização deste Fórum, a significativa importância econômica da produção da maça, e o que representa para a economia e para o turismo regional.

Moises falou aos jornalista sobre a importância econômica da produção da fruta e seu significado para o turismo.


Moises de Albuquerque
ABPM - Associação Brasileiras de
Produtores de Maça.

Elói Rönnau
Secretário de Desenvolvimento
Econômico de Fraiburgo.
Fraiburgo é responsável por 30% da produção estadual e de 16% na perspectiva nacional. A pomicultura emprega quase 50% da mão de obra da cidade. A produção de maçã é uma atividade importante para 2,5 mil produtores catarinenses.

Na última safra, o segmento da maçã produziu aproximadamente 1,36 milhão de toneladas, especialmente nos três estados do Sul. Em 2010, o Brasil exportou 49 mil toneladas da fruta, porém já chegou a exportar 153 mil toneladas.

ABRAJET-SC pede mais divulgação do potencial turístico de Fraiburgo


Para o presidente da ABRAJET-SC  Alberto Gonçalves, uma programação com  palestra e debates é uma oportunidade que a entidade oferece à seus filiados de  participar de um Fórum de debates, e conhecer em loco as potencialidades turísticas de cada região. E neste III Fórum de Turismo as cidade escolhidas foiFraiburgo e Frei Rogério.
Os jornalistas participantes do III Fórum de Turismo, receberam um caixa de maça da Associação Brasileira de produtores de Maça.

Site oficial da ABRAJET-SC foi lançado em Fraiburgo


Momento histórico da ABRAJET-SC que agora tem seu próprio site para informar os associados e os internautas o que é realizado em prol do turismo em Santa Catarina - ABRAJET- Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo.

Durante o III Fórum de Turismo – ABRAJET/SC, aconteceu a  reunião administrativa.


Alexandre Acosta

Jornalista atentos na palestra.
O associado da ABRAJET-SC Alexandre Acosta - coordenador do Curso de Jornalismo da UNIARP comunicou que a Universidade esta colocando em seu curso de jornalismo uma cadeira de Turismo. Que esta mudança se deu em virtude da ABRAJET-SC esta sendo atuante no oeste catarinense; atuação esta que despertou a inovação no curso de jornalismo.
Além do lançamento oficial do site da nossa entidadewww.abrajetsc.com.br e planejamento para o ano de 2012, aconteceu a apresentação de nomes para compor o quadro de sócios da ABRAJET-SC.

Frei Rogério incluído no roteiro dos jornalistas


Jornalistas com especialização em turismo visitaram o Núcleo Japonês em Frei Rogério. No último domingo 11 de março de 2012, os jornalistas da ABRAJET-SC "Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo", estiveram a convite da Associação Cultural Brasil Japão, conhecendo o Museu da Paz e o Núcleo Japonês Celso Ramos. Na oportunidade conheceram e ouviram uma história contada por sobreviventes da Bombas Atômicas de Hiroshima e Nagazaki.

O Museu da Paz, tem um acervo fotográfico histórico da 2ª Guerra Mundial, cedido pelo governo japonês.


A Prefeita Ivonete Zager Felisbino de Frei Rogério e o
Presidente da Associação Brasil Japão, Hirotaka Onaka,
recepcionaram os jornalistas no Museu da Paz.

A comunidade de Núcleo Celso Ramos formou-se legalmente em 28 de Janeiro de 1963, quando o governador do estado de Santa Catarina, o senhor Celso Ramos (1897-1996) assinou em Florianópolis o documento que oficializava a fundação da primeira Colônia de Imigrantes Japoneses do Estado de Santa Catarina.

Em 09 de Abril de 1964, chegam os primeiros imigrantes japoneses, ao total oito famílias, mais de 50 pessoas chegam à colônia Celso Ramos. As famílias eram dos senhores: Kazumi Ogawa, Shingo Sugiyama, Niro Kuwahara, Takao Katsurayama, Koji Katsurayama, Kiyotsugu Kubota, Wataru Ogawa, Fujishige Eguchi. Cada lote de terra custava Cr$1.997.106 (um milhão novecentos e noventa e sete mil cento e seis cruzeiros). O pagamento era de dez anos, com três anos de carência.

O Governo do Estado destinou gratuitamente 22,5 alqueires para a construção da sede social da Associação Cultural Brasil-Japão, inaugurada em 12 de Setembro de 1970, em estilo e caráter oriental, com apresentações de peças teatrais, danças e músicas japonesas. Todos os moradores da Colônia cooperaram na construção da sede, atualmente localizada no Parque Sakura Matsuri.


Muitas lembranças e experiências guardadas no mais profundo silêncio


A emoção tomou conta dos jornalistas de turismo da ABRAJET-SC, que ao ouvir a comovente história deste sobrevivente da Bom Atônica de Nagazaki, e principalmente que no coração deste homem só tem lugar somente para Paz, pedido que faz emocionado, palavras ditas em Japonês que precisam que seu filho Naoki Ogawa faça a tradução para português, e com os demais sobreviventes que moram no Núcleo Japonês Celso Ramos, pedem Paz ao mundo.


Wataru Ogawa - Sobrevivente
As lembranças foram transformadas em comemorações do dia da paz, ao longo dos anos em Frei Rogério, vem recebendo turistas de todos os lugares solidários à causa. O movimento pela paz instituído pelo senhor Kazumi Ogawa, juntamente com demais membros da Associação das Vítimas e seus Descendentes de Bombas Atômicas, desenvolve atividades e ações para a divulgação e a conscientização dos malefícios causados pela guerra, fortalecendo o espírito de paz entre as nações e a não violência.

Parque Sino da Paz


O parque localiza-se no terreno do senhor Kazumi Ogawa, um dos sobreviventes do holocausto que acabou com os sonhos e com a vida de mais de 230 mil japoneses, na maioria deles mulheres e crianças.

Em todo o mundo só existem três sinos iguais a este, um está na sede da ONU, outro na cidade de Hiroshima e um em Frei Rogério.

O Monumento  relembra o acontecimento da bomba atômica lançada sobre as cidades de Hiroshima e Nagasaki na 2ª Guerra Mundial, homenageia as vítimas e seus sobreviventes de Explosões de Bombas Atômicas.

No parque foi construído um monumento de 28 metros de altura, suas linhas de estruturas foram baseadas no pássaro Tsuru, que simboliza a paz para os japoneses, o monumento abriga um sino de bronze que pesa mais de 40 kilos e tem mais de 400 anos, este foi um presente do governo do Japão para o nosso país, que ganhou um local especial em Frei Rogério. Todos os anos em ocasiões especiais como no dias 06 e 09 de agosto - datas que marcaram o lançamento das bombas atômicas sobre Hiroshima e Nagasaki.

Prefeita Ivonete fala aos jornalistas da importância dos japoneses para Frei Rogério.

Ao assistir o documentário "Memorial à Paz", os jornalistas da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo, assistiram  uma das maiores tragédias mundiais relatadas por quem viveu os fatos de perto.

O documentário rendeu o prêmio ET de Ouro, no Festival Nacional de Varginha em 2005.

Homem com experiência de vida e muita sabedoria, fala a imprensa pedindo PAZ ao mundo e que nunca mais se tenha notícias de outra Bomba Atômica jogada no mundo; bomba esta que venha  matar e ferir os nossos irmãos.

Casa Octogonal


Casa Octogonal - Foi no dia 26 de julho de 2008, a inauguração da Casa Octogonal, batizada de Yumedono, que significa “casa dos sonhos”, onde a cada realização de um sonho idealiza-se concretizar outros sonhos e assim sucessivamente, daí a explicação dos oito lados.
Casa dos Sonhos

No topo há uma porunga, que representa a realização de sonhos impossíveis, segundo ditado Japonês, “é impossível sair um cavalo de dentro de uma porunga”, daí o sentido de realização do que é impossível, a porunga tornou-se também um símbolo da Colônia Japonesa do Núcleo Celso Ramos.
Pratos típicos japonês foram preparados pela comunidade do Núcleo de Celso Ramos.

Miwa Onaka sendo entrevistada 
por Rosana da  TV Concórdia fala sobre
a Cultura Japonesa

Hirotaka Onaka Presidente da Associação Cultural Japão Brasil recebe Certificado das mãos de Alberto Presidente da ABRAJET-SC


Núcleo Celso Ramos - Frei Rogério preserva a cultura japonesa no Brasil

Taikô (Tambores Japoneses)

Jornalistas de Turismo tiveram a oportunidade de assistir o ensaio do Grupo Sakura Daiko, do Núcleo Celso Ramos, que encanta o público com suas apresentações, que mostra muita energia transmitida pelas batidas fortes e o ritmo contagiante, aliado a coreografia dinâmica e harmoniosa.
Seriedade ao sorriso especial mostra a beleza da mulher japonesa.
Jornalistas da região de Florianópolis se despedem dos jornalistas do oeste catarinense e do Rio Grande do Sul, com um muito obrigado aos japoneses que proporcionaram um dia alegre, maravilhoso, cultural e de muita PAZ no coração. Obrigado...
 

 

VOLTAR

Florianópolis | SC
z